11/11/2013

Your Love Is King:Capitulo 15

                                             I do everything for you
                     



Domingo o ultimo dia já estava com saudades de casa Justin tinha acordado cedo, como sempre, para arrumar as coisas dele e ele acabou arrumando as minhas também

- Você sabe que não precisava fazer isso não é? 

Foi a primeira frase da minha manhã eu ainda estava morrendo de sono quando eu o vi arrumando minha mala eu realmente fiquei muito assustada mas por outro lado acho que descobri outro lado de Justin
Justin O cavalheiro

-Eu sei que eu não preciso, mas eu senti vontade de arrumar suas coisas não sei por que – ele disse dobrando uma blusa minha e colocando na minha pequena mochila

Sorrio
Levanto da cama e vou até a ele

- Eu não quero ir embora – digo já do seu lado

- Eu também não, eu gostei da cidade – ele disse fechando minha mochila- eu estava pensando... Não – ele sorri – não esquece

Ele vai para a sacada e olha o sol eu vou atrás dele

- Ei fala comigo

Ele vira para falar comigo e diz:
-Eu pensei em morar aqui

-Morar aqui? – pergunto sorrindo

Morar aqui? Seria demais era como se juntasse as duas coisas que eu amo em um só lugar é tudo o que eu preciso para ser feliz!

-É eu sei que idéia estúpida eu e você já temos uma vida em Toronto como vamos se mudar para outra cidade começar outra vida...

-Por que não?

-Por que não? Elena...

E ele se pega sem palavras a idéia de morar em Stratford era perfeita até ele não tinha como não achar a coisa mais obvia de se fazer

-Eu adoraria morar aqui com você Nossa! ... Nós iremos ser tão felizes aqui – digo sorrindo

-Felizes – disse ele com o pensamento longe

E penso em um menininho de 10 anos parecido com o Justin infeliz e o meu coração se parte
Eu o abraço 

- É seria muito bom – diz ele me abraçando 

Ficamos um tempo nessa posição até ele dizer:
-Mas temos que voltar para a casa pode esperar um pouco?

-Sim

Eu espero tudo por você
Fomos descer para tomar o café da manhã nosso plano era ir pra casa depois do almoço e se separarmos de noite

                               (...)
 
- Você sabe o que tem que fazer certo?

- Sim Justin eu vou chegar no trabalho de mal humor e se perguntarem alguma coisa eu estou brigada com você e a cena no saguão certo?

- Isso – diz ele sorrindo

- Por que você esta rindo? Não tem nada de engraçado nisso

-Eu sei, mas eu sempre quis fazer isso

- Eu sei é tão excitante! – digo sorrindo

- Eu tenho que ir – diz ele olhando para o elevador

- Eu sei 

Ele me da um beijo na testa e vai andando devagar pelo corredor
Sussurro um “eu te amo”
Entro no meu apartamento e ligo a TV e fico vendo Coincidências do Amor até pegar no sono

                                                 (...)

Acordo e me vejo deitada no sofá são 6 horas da manhã tenho que estar no trabalho às sete.
Vou ao banheiro e me vejo no espelho estou acabada do jeito que eu deveria estar não me arrumo muito quero estar com uma aparência terrível no trabalho
Sorrio vendo o resultado
Estou usando maquiagem como se eu quisesse esconder as olheiras, minha roupa esta um pouco desarrumada é acho que dá para enganar



Chego ao edifício 7 e 15 e sigo o plano vou para o elevador sem olhar para os lados e aproveito que alguns funcionários estão entrando no elevador e entro junto
Saio no terceiro andar e a recepcionista fica me observando eu a encaro

-Esta tudo bem? – pergunto

-Eu que tenho que perguntar isso

-Eu estou bem – digo desanimada

-Quer almoçar comigo?

-É você me chama?

-Sim – diz ela sorrindo para mim

Entro na minha sala a Susan já estava me esperando

-Bom dia me desculpe pela demora – digo já me sentando em direção a larga mesa

-Sem problemas a senhora esta bem?

-Estou sim podemos começar?

                                               (...)


Na hora do almoço fui almoçar com a recepcionista descobri muitas coisas sobre ela descobri que seu nome era Mandy e já trabalhava na empresa há alguns anos e que ela era muito fofoqueira em minha humilde opinião acho que ela deixou bem claro que ela só me fez companhia no almoço para descobrir o que eu tenho com o Justin
O resto do dia foi bem corrido e fiz Susan entregar tudo que tinha que entregar para o Justin e ela fez sem perguntar o porquê.
E já estava no final do expediente quando encontrei Justin no elevador sozinho
Sorrio e entro no elevador

-Como foi o seu dia? – pergunto

-Normal sabe o que fazer?

-Sei Justin quando abrir as portas do elevador é para eu começar a correr e você vai atrás de mim e me leva para casa

-Isso – diz ele sorrindo

As portas do elevador se abrem eu olho o Justin e saio correndo ele sai correndo atrás de mim e entramos no Bentley juntos.

-Você esta bem? – pergunta ele

-Sim

-Vou te levar para casa algumas das recepcionistas já deve ter avisado para o meu pai que você e eu já estamos no Bentley agora é comigo

-Ok – eu digo apertando sua mão 

- O que foi?

Eu estava pensando em tanta coisa ele estava fazendo tudo àquilo para ficar comigo... 

-É que isso tudo que você esta fazendo...

-Eu faço tudo por você um dia vou te mostrar o quanto

-Não precisa...

Eu sei Justin eu sinto isso também

________________________________________________________________
ME DESCULPEM A DEMORA PARA POSTAR O CAP. NÃO SEI QUANDO PODEREI FAZER O PRÓXIMO ESTOU SEM TEMPO MAS EU IREI CONTINUAR COM A IMAGINE! APENAS ESPEREM UM POUCO

3 comentários:

  1. Awn, que fofo o Justin!! Tudo por amor <3<3
    Continua, esta muito perfeito...

    ResponderExcluir
  2. AWNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNN MEU DEUS QUE FOFO!! CONTINUA PELO BIEBER AMADO

    ResponderExcluir